IFC Home
Creating Opportunity Where It's Needed Most

IFC aumenta Acesso à Formação com 21 Clientes em Moçambique


Contactos:
Em Maputo

Mário Gomes, IFC

Telefone: + 258 21 483025
Email:
mgomes1@ifc.org


Maputo, Moçambique, 7 de Dezembro de 2010 — O IFC, um membro do Grupo do Banco Mundial, anunciou hoje a assinatura de acordos de 2 anos com 18 instituições  públicas  e privadas e 3 programas de agro negócios, para expandir o acesso à sua ferramenta Business Edge no país, apoiando o crescimento de negócios no país.

Os acordos permitirão aos clientes terem acesso aos recursos do Business Edge, desenho de programas e ainda a processos de implementação. Estas parcerias irão permitir capacitar mais de 1000 colaboradores em Moçambique, incluindo fornecedores, distribuidores e clientes que receberão formação em negócios e gestão no próximo ano.


O “Business Edge” é constituido por uma variedade de soluções práticas e flexíveis de formação em gestão, especialmente desenhadas para melhorar o desempenho de pequenas e médias empresas e gestores médios de negócios.


O IFC celebrou acordos com:


·        5 Instituições Financeiras: Standard Bank, Banco Tchuma, Sociedade de Investimentos, SA (GAPI), Banco Comercial e de Investimentos (BCI) e Barclays Bank Moçambique.
·        3 Associações Empresariais: Confederação das Associações Económicas (CTA), Associação Moçambicana dos Operadores de Microfinanças (AMOMIF) e Mozambique Business Network (MBN).

·        2 Instituições Públicas: Instituto para Promoção das Pequenas e Médias Empresas (IPEME) e Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água  (FIPAG).

·        5 Grandes Empresas: Coca Cola Sabco, Petróleos de Moçambique (Petromoc), Águas de Moçambique (AdeM), Higest, Lda e Kawena, Lda.

·        3 Universidades: Instituto Superior de Ciência e Tecnologia de Moçambique (ISCTEM Business School), Universidade Técnica de Mocambique (UDM) e Universidade Eduardo Mondlane (UEM)


O IFC e o seu Programa SME Management Solutions vai apoiar 3 programas de Agronegócios no país, nomeadamente: Apoio Às Iniciativas Privadas no Sector Agrário – ADIPSA (Programa da Danida) a aumentar os rendimentos dos pequenos agricultores a partir da comercialização da produção agrícola; Abt Associates (Programa USAID-AgriFUTURO) como vista a melhorar as cadeias de valor da Banana, Caju, Amendoim, Milho, Manga, Ananás, Gergelim e Soja) e a ONG Technoserve no apoio a diversas actividades como avicultura, ligações florestais e moagem.
 
Babatunde Onitri, Director do IFC no país, disse que “a expansão da solução Business Edge irá apoiar o cresimento de pequenos negócios em Moçambique. O apoio aos pequenos negócios constitui o maior enfoque do trabalho do IFC em África, sendo que um sector de pequenos negócios mais forte em Moçambique ajudará a criar emprego e a gerar crescimento no país”

 
Os 7 parceiros Business Edge são: Escola Superior de Negócios e Empreendedorismo de Chibuto (ESNEC/UEM), Sociedade de Investimentos (GAPI), Formoprojectos, EUROSIS - Consultoria e Formação em Gestão, PROCESS - Consultoria e Formação, International Capital Corporation (ICC) e a BKSC.  


Sobre o IFC

O IFC, um membro do Grupo do Banco Mundial, cria oportunidades para as pessoas vencerem a pobreza e melhorarem as suas vidas. Fomentamos um crescimento económico sustentável nos países em desenvolvimento, através do apoio ao desenvolvimento do sector privado, mobilização de capitais para empresas privadas e provisão de serviços de assessoria e mitigação de riscos a negócios e governos. Em 2009, os nossos novos investimentos totalizaram $14.5 biliões, ajudando a canalizar capitais para países em desenvolvimento durante a crise financeira. Para mais informação, visite
www.ifc.org.

Sobre o Business Edge

O “Business Edge” é constituido por uma variedade de soluções práticas e flexíveis de formação em gestão, especialmente desenhadas para melhorar o desempenho de pequenas e médias empresas e gestores médios de negócios.

 
Até ao momento, o Business Edge expandiu-se por mais de 30 países e mais de 120 000 empresários foram formados através de uma rede de 350 formadores certificados. O Business Edge é flexível na sua aplicação e está a reduzir a falta de conhecimentos de populações muito diferenciadas, muitas vezes mal ou mesmo não servidas. 24% de todos os formandos BE são mulheres, os países afectados pela IDA/conflito representam 59% das regiões actualmente servidas pela BE e 26% de todos os formandos  BE são provenientes de países afectados por conflitos, como o Iraque e o Iémen.


Parcerias recentes com bancos, instituições de micro-finanças e grandes empresas estão a apresentar novas oportunidades. Foram fornecidos serviços personalizados da BE a clientes, bem como a distribuidores e fornecedores em cadeias de valor empresariais, e a gestores médios. Para mais informações visite
www.businessedge-africa.com.

Sobre o SME Toolkit

O SME Toolkit (
www.smetoolkit.org) foi lançado pelo IFC em 2002. Na África Subsahariana, a rede do SME Toolkit cobre o Benim, Quénia, Ruanda, Madagáscar, Nigéria, Senegal, África do Sul e Zâmbia. Estes sítios permitem que vários utentes procurem e naveguem em conteúdos, listem os seus negócios e criem páginas Web num directório de negócios acessível. Os utentes podem igualmente ligar-se através da participação em fóruns comunitários de várias línguas sobre tópicos chaves de gestão de negócios. O conteúdo da SME Toolkit pode também ser distribuído em CD-ROM e telemóveis. Em 2006, o IFC associou-se ao IBM (www.ibm.com) para fortalecer e expandir as capacidades do Toolkit.  
 
A nível global, até agora o SME Toolkit está disponível através de 31 locais na Web em mais de 17 línguas em todo o mundo em desenvolvimento. Em muitos destes mercados, não existem, em online, outros recursos de apoio, comparáveis, para as pequenas empresas e em línguas locais. O Toolkit recebe mais de 4.5 milhões visitantes individuais. Para mais informações visite
www.smetoolkit.org.